Formação Profissional Versão para impressão

Formação Profissional

Projeto Nº POISE-03-4229-FSE-000002

fp2016

A CERCI S. João da Madeira, desde o ano de 2003, tem em funcionamento a Resposta Social de Formação Profissional, a qual oferece 2 cursos: um da área de calçado e outro da área de hotelaria. O surgimento desta Resposta Social teve como principal objetivo tentar colmatar um conjunto de lacunas existentes no Concelho e zonas limítrofes, no que concerne à integração sócio profissional das Pessoas com Deficiências e Incapacidades (PCDI)

A pessoa com deficiência tem direito e o dever de desempenhar um papel ativo no desenvolvimento da sociedade e que não pode ser discriminada, direta ou indiretamente, por ação ou omissão, com base na deficiência, e que deve beneficiar de medidas de ação positiva com o objetivo de garantir o exercício dos seus direitos e deveres” (Lei n.º 38/2004 de 18 de agosto).

Definição

A formação profissional visa dotar as pessoas com deficiências e incapacidade dos conhecimentos e competências necessárias à obtenção de uma qualificação que lhes permita exercer uma atividade no mercado de trabalho, manter o emprego e progredir profissionalmente de forma sustentada. (Decreto-Lei n.º 290/2009 de 12 de outubro)

  

Objetivos

Proporcionar às PCDI (Pessoas com Deficiências e Incapacidades) a integração económica e social, atendendo às dificuldades específicas de cada um, dotando-as de conhecimentos, capacidades, práticas, atitudes e formas de comportamento necessários ao exercício de uma profissão.

Destinatários

Pessoas com Deficiências e Incapacidades, com idade igual ou superior a 18 anos e/ou com a escolaridade obrigatória.

A título excecional pode abranger candidatos menores de 18 anos, desde que os estabelecimentos de ensino nos quais os mesmos se encontrem inscritos comprovem a incapacidade para frequência do mesmo.

 

Equipa

  • Coordenação da Formação Profissional/Psicóloga
  • Diretora Técnica/Técnica de Serviço Social
  • Formadores certificados pelo IEFP nas áreas em que é ministrada formação profissional:
  • Vigilante de formação
  • Pessoal da área administrativa, cozinha e refeitório, limpeza, serviços gerais e transportes

Cursos Existentes

Assistente Operacional de Cozinha 

Tem como objetivo principal dotar os formandos de conhecimentos e prática na arte da cozinha, preparando-os para se tornarem cozinheiros e/ou ajudantes de cozinha.

Assistente Operacional de Hotelaria

Este curso é uma formação polifacetada nas diversas sub-áreas de hotelaria: desde a limpeza de espaços ao serviço de mesa e ao balcão, aos serviços de catering, lavandaria e tratamento de roupa). Assim sendo, desta forma, os formandos serão dotados de conhecimentos e práticas em distintas áreas da restauração, podendo ser integrados nas numerosas unidades do setor de hotelaria e restauração existentes na zona, assim como em outras entidades públicas e privadas (restaurantes, autarquia, escolas, padarias).

Duração

De 1200 a 2900 horas: 2ª a 6ª Feira, das 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 17:00 (6 horas diárias)

 

Contactos

Coordenadora da FP: Sandra Oliveira
Telefone: 256 837 830
Fax: 256 837 839
Email : Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Igualdade de Género

Homens e mulheres têm as mesmas oportunidades de ingressarem nos nossos cursos. A seleção dos candidatos é efetuada tendo em conta a avaliação que é realizada às suas competências, empenho e desempenho, não sendo o género um requisito para a seleção. Além disso, os nossos cursos preparam os formandos para variadas funções, as quais podem ser executadas por ambos os géneros.

Igualdade de Oportunidades

Os nossos cursos de F.P. destinam-se a uma população desfavorecida, a qual não tem as mesmas oportunidades de integração em cursos de formação profissional e é discriminada na integração do mercado de trabalho.

Regulamento

Actualizado em Terça, 14 Maio 2019 11:21